De forma a consciencializar e refletir sobre a pandemia do vírus do Sida à comunidade académica, a Faculdade de Ciências de Saúde (FCS) da Universidade Católica de Moçambique (UCM) realizou no dia 26 de Novembro de 2019 actividades alusivas ao dia da luta contra o HIV/Sida que se assinalou no dia 01 de Dezembro. As mesmas foram marcadas por palestra, filme, teatro e disseminação de mensagens através de cartazes.

 Com o lema “Comunidades Fazem a Diferença na Resposta Nacional ao HIV/ SIDA”, o Dr. José Jorge Muchenga, Administrador da Faculdade de Ciências de Saúde, teceu algumas considerações em torno do dia da luta contra o HIV/SIDA, aconselhando cada um a fazer uma reflexão sobre esta doença.

 O palestrante, Dr. Abilito Pintainho, médico no Centro de Saúde São Lucas, na sua abordagem, alertou aos participantes a necessidade da prevenção contra o vírus de HIV /SIDA, vírus este que afecta o sistema sanguíneo e o sistema imunológico do doente. Disse ainda que o dia 1 de Dezembro tem ainda o objetivo de lembrar todas as vítimas que padeciam desta doença e perderam a vida e os que estão infectados com a doença.

O Núcleo Pabhodzi apresentou uma peça teatral em torno da descriminação da pessoa que vive positivamente com o HIV/SIDA, e com a mesma peça aconselha a não desenvolver este tipo de atitudes no seio da comunidade, familiar, entre outros.

Para terminar, os estudantes apresentaram um número de dança para animar o momento.

Por: Matilde de Assunção Arnaça (Relações Públicas)