No âmbito da extensão, um dos pilares da Universidade Católica de Moçambique (UCM) e no contexto da internacionalização universitária, o CISA organizou o encontro de formação que encerrou o projeto “Semear e Cuidar: impulso ao desenvolvimento com as comunidades de Nhangau” que decorreu entre os dias 26 e 28 de junho de 2019, no Centro de Formação de Nazaré – Inhamizua, na província de Sofala.

O CISA foi um parceiro de destaque no referido projecto, que pretendia promover o desenvolvimento social e económico das comunidades de Nhangau através das várias actividades agrícolas, culinárias e de saúde, entre outras, e partilha de experiências com outras associações dentro e fora do país. Fruto de um trabalho conjunto e colaborativo, o projecto teve a duração de 2 anos.

No encontro final houve o balanço do mesmo, valorizando a metodologia participativa e a disposição dos participantes em círculo, que os colocou no mesmo patamar, numa situação de inclusão e de interação e aprendizagem mutua. Foi construída colecivamente a linha do tempo do projecto. Esta permitiu identificar as etapas cronológicas do seu desenvolvimento, reconhecer as experiências mais marcantes para cada pessoa e reflectir sobre as aprendizagens registadas.

Participaram 23 pessoas que representavam os actores envolvidos no referido projecto, nomeadamente a entidade promotora portuguesa (FGS), o principal parceiro local (CISA), o Nucleo Pabhodzi da Faculdade de Ciência de Saúde, o Graal, os Jesuítas, o Colégio Politécnico de Nhamatanda (ADPP), as Associações agrícolas de Nhaduvo, Nhambira, Nhangulo e Tsime, da zona rural de Nhangau e a Silveira House do Zimbabwe.

Cada participante desenhou também num papel colorido algo que queria mudar para tornar o mundo um lugar melhor e assim deslumbrar uma transformação social. Houve a entrega do certificado de participação e na despedida foi lembrado o provérbio africano: “Se queremos ir rápido, vamos sozinhos. Se queremos ir longe, vamos juntos!”

 

Redação/Departamento de Relações Públicas FEG.