Teve início, no dia 08 de Setembro do ano de 2020, na Faculdade de Educação e Comunicação da Universidade Católica de Moçambique em Nampula, a 5ª edição do curso de doutoramento em Inovação Educativa.

Com cerca de 42 candidatos oriundos de diversas províncias do País, o curso em referência, destina-se a todos os que procuram contribuir para o desenvolvimento de um Ensino Superior sustentado por práticas de ensino e investigação de excelência. Este doutoramento será leccionado por uma equipe de Professores Doutores qualificados.

No início da cerimónia, o Director da Faculdade, Prof. Doutor Bonifácio da Piedade, deu as boas vindas a todos e apresentou, de forma breve, o historial da Faculdade, desde o ano de abertura até aos dias actuais e os cursos que a mesma leciona, a nível de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento. Não obstante, apelou aos doutorandos a ter espírito de compromisso, honestidade e sinceridade porque em algum momento existem acções que não dignificam um estudante, essas acções devem ser evitadas no seio académico.

Igualmente frisou que a Faculdade pretende formar quadros capazes de transmitir para o mundo tudo que viram e viveram durante os anos de aprendizagem nesta Faculdade, em suma desejou a todos um bom trabalho, tendo afirmado que a Faculdade está aberta em vista a resolver as preocupações e esclarecimento de dúvidas apresentadas pelos estudantes.

Seguidamente, a Directora Pedagógica da Faculdade Prof. Doutora. Hermenegilda Correia, em poucas palavras, agradeceu aos candidatos pela preferência a Universidade e a Faculdade em particular, e de forma sintética esclareceu que o curso terá a duração de três anos, o qual o primeiro é caracterizado pelas disciplinas curriculares e os dois restantes dedicados à investigação. Salientou ainda que alguns documentos normativos como o regulamento do curso e da Universidade seriam providenciados no final da cerimónia, de tal forma que todos os candidatos tenham conhecimentos das regras da Universidade.

Ainda no mesmo fórum, o Coordenador do Curso Pe. Adérito Barbosa reiterou a importância de desenvolver trabalhos científicos, apelando desta feita a u  trabalho árduo na investigação cientifica por parte dos candidatos e na participação em conferências e jornadas cientificas com o intuito de apresentarem as suas comunicações.

Importa referir que, com a duração de três anos, o curso de doutoramento em Inovação Educativa procura contribuir para a inovação, excelência e desenvolvimento das áreas relacionadas.

 

Por. Berlinda Eugénio Paulino, Relações Públicas

Imagens. Vânia Bênesse, Assistente de Relações Públicas