Sexta-feira · 20 Outubro 2017
Futuros Estudantes
Estudantes
Académicos
Funcionários
Graduados

Reitoria, Beira | 30.07.2016

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MOÇAMBIQUE assina convênio com Acção Educacional Claretiana do Brasil

Com vista a melhorar cada vez mais a qualidade do ensino nos Centros de Ensino a Distancia da Universidade Católica de Moçambique, foi assinado no passado dia 21 de Julho, na cidade da Beira, um Convênio entre a Acção Educacional Claretiana, do Estado de São Paulo, do Brasil e a Universidade Católica de Moçambique para a transmissão de conhecimentos sobre o ensino a distância.
O referido convênio tem como objectivo de assessorar o CED na parte pedagógica, sistema gerenciador de aprendizagem-sala de aula virtual, licença de gestão organizacional bem como nos processos editoriais do material didático a ser usar pelo Centro.
O vice-reitor para a área de Administração e Finanças, o Prof. Doutor Armindo Tambo em representação do Magnífico Reitor disse ser este um momento importante entre as duas instituições uma vez que a UCM irá aproveitar a experiencia que os Claretianos tem em termos de qualidade no ensino a distância.
Por sua vez os padres Marcos Loro e Padre Luiz Botteon da parte dos Claretianos enfatizaram que é intenção deles fazerem de tudo para trazerem o know-how sobre ensino a distância e que esta parceria traga os mesmos benefícios sobre a boa qualidade e reputação que o Centro Universitário dos Claretianos goza no Brasil.
O Magno chanceler da UCM, Dom Cláudio Dalla Zuanna, que esteve no referido encontro pediu a parte gestora da UCM para que faça de tudo para tirar proveito do convénio sem contudo ficarem dependentes eternamente do referido acordo.
Temos que fazer de tudo para que a curto prazo estejamos em condições de caminharmos sozinhos para não sermos dependentes deles -disse Dom Cláudio Dalla Zuanna.
Por sua vez o director do Centro de Ensino a Distancia o Prof. Lino Samuel afirmou na ocasião ser um momento de grande satisfação a assinatura do convênio porque ira ajudar em grande medida o centro e que fará de tudo para que este acordo ora assinado seja aproveitado na íntegra de modo a criar sustentabilidade e ter capacidade de continuarem a progredir sozinhos sem a interdependência dos Claretianos.
De referir que o convênio ora assinado vigorará durante um período de um (1) ano podendo ser renovado sempre que assim se achar.

Facebook Google Digg LinkedIn Twitter
<< Ir a Notícias