Sexta-feira · 23 Fevereiro 2018
Futuros Estudantes
Estudantes
Académicos
Funcionários
Graduados

Faculdade de Ciências Sociais e Políticas (FCSP) e o Centro de Ensino a Distância (CED), Quelimane | 19.12.2017

A Faculdade de Ciências Sociais e Políticas e o Centro e Ensino a Distância da UCM realizou a sua VI e IV Cerimonia de Graduação de Cursos de Licenciatura e Mestrado

A Faculdade de Ciências Sociais e Políticas (FCSP) e o Centro de Ensino a Distância (CED) da Universidade Católica de Moçambique (UCM) realizaram no dia 02 de Dezembro a sua VI e IV cerimónia de graduação de cursos de licenciatura e de mestrado respectivamente.
A cerimónia teve o seu início pontualmente 07h:00 com uma celebração eucarística presidida pelo senhor Bispo de Quelimane, Dom Hilário Massinga, como é de ritual da universidade e postecido por um momento cultural, proporcionado pela nova banda da faculdade.
Estiveram presentes na cerimónia de graduação, o Bispo de Quelimane, Dom Hilário da Cruz Massinga, em representação do Magnifico Reitor da UCM Prof. Doutor Padre Alberto Ferreira, este presente o Vice-reitor para a área de Administração e Finanças, Prof. Doutor Armindo Tambo, o representante do governador da província da Zambézia, Director provincial da Ciência e Tecnologia, Mestre Cardoso Meque, o Presidente do conselho municipal da cidade de Quelimane, Prof. Doutor Manuel Alculete de Araújo, representantes das Instituições de Ensino superior, Instituições públicas e privadas, docentes, e demais convidados.
Para o ano de 2017, o Centro de Ensino a distância, ofereceu ao mercado de trabalho, um total de 168 graduados em diversos cursos de ensino e gestão, sendo, 87 homens e 81 mulheres.
Enquanto na FCSP, para os cursos de licenciatura foram graduados um total de 217 estudantes, dentre eles, 104 homens e 113 mulheres.
A nível de mestrado, a FCSP graduou 131 estudantes, onde 81 foram homens e 50 foram mulheres. Em total, a FCSP graduou 348 estudantes.
De acordo com o Prof. Doutor Armindo Tambo, a UCM enquanto organização católica, constitui uma presença marcante no mundo universitário moçambicano, que se caracteriza por uma visão cristã holística do homem, dando um contributo específico ao conjunto dos conhecimentos ministrados.
O profissional formado na UCM, não deverá nunca colocar de lado o elemento ético da sua conduta.
Já o representante do governador, Cardoso Meque, fez uma relação dos objectivos do Programa Quinquenal do Governo 2015 – 2019, com a cerimónia de graduação, na medida que os recém-graduados, poderão responder aos vários desafios, dentre eles, criar riqueza e gerar um desenvolvimento equilibrado e inclusivo, num ambiente de paz, segurança, harmonia, solidariedade, justiça e coesão entre os moçambicanos e nunca se esquecer que o país espera por eles.
Na sua intervenção o Presidente do conselho municipal de Quelimane, disse que "É do domínio público que durante vários decénios, Maputo era onde todos se dirigiam em busca duma universidade, o que tornava o acesso ao ensino superior apanágio duma minoria".
"Estão de Parabéns a Igreja Católica e a Conferência Episcopal de Moçambique pela existência da UCM no Centro e Norte do País" Enfatizou o Edil da cidade de Quelimane
Dando o fim a sua intervenção, o Presidente do município, disse que “Na Bíblia Jesus perguntava, a quem enviarei? Hoje são as faculdades que questionam, a quem enviaremos para este mundo martirizado e controverso para dar solução aos problemas da instabilidade social, económica e política? Hoje, com este acto, cada um de vós tenha a coragem de dizer, eis-me aqui para valorizar a cidadania, consolidar a democracia e promover o bem-estar socioeconómico dos Moçambicanos.”

Facebook Google Digg LinkedIn Twitter
<< Ir a Notícias