Thursday · 14 December 2017
Future Students
Students
Teachers and Professors
Employee
Alumni
Programa de Saúde Sexual e Reprodutiva, Género e HIV/SIDA

O Programa SSR, Género e HIV/SIDA decorre em todas as Unidades Básicas da UCM. O programa de três anos (de Julho 2010 a Junho 2013) é patrocinado pela Fundação Ford. Substituiu o Programa HIV/AIDS Mainstreaming porque constatou-se a necessidade de usar uma abordagem abrangente e holística, não somente focalizada no HIV/SIDA, que contemple factores e valores culturais, sociais e estruturais.

O objectivo do programa é promover, na comunidade universitária, a saúde sexual e reproductiva, a prevenção de HIV/SIDA e a igualdade de género como parte integrante de saúde e do bem-estar social.

Entre os actores do programa destacam-se:
• os Núcleos de HIV de cada faculdade, compostos por estudantes que se juntam ao núcleo voluntariamente;
• os Pontos Focais de HIV de cada faculdade, que coordenam as actividades do Núcleo ao nível da sua faculdade;
• os Conselheiros que prestam o serviço de aconselhamento e testagem voluntária.

Ao nível da Reitoria o programa é coordenado por uma unidade de gestão do programa composto pela Assessora de HIV/SIDA, Dr.ª Hemma Tengler, pelo Oficial de Programa, Dr. Leovigildo Pechem e pela secretária executiva, Sr.ª D. Isabel Mapimbiro.

Na sua perspectiva de contribuir para uma vida saudável, o programa actua em três níveis:
1. Actuação ao nível pessoal: O programa promove treinamento dos membros dos núcleos, actividades de desenvolvimento pessoal, da criação de auto-estima, relações saudáveis e habilidades de vida.
2. Actuação ao nível social e institucional: O programa fornece material informativo e didático sobre SSR, HIV/AIDS, ITSs, assédio sexual, violência baseada no género, promove a introdução do módulo básico sobre HIV/SIDA nos cursos da UCM e oferece serviços profissionais de aconselhamento.
3. Nível de Advocacia e Política: o programa apoia a implementação das políticas de HIV/SIDA e Assédio Sexual da UCM e realiza campanhas de advocacia sobre direitos sexuais e reprodutivos, igualdade de género, combate à discriminação e defesa dos direitos dos PVHS.

Resultados esperados do Programa:
• 20% dos estudantes de cada curso abrangido e estudantes satisfeitos com as sessões de auto-estima e de sensibilização sobre SSR; HIV/SIDA e habilidades de vida.
• 2 campeões e 10 educadores de pares treinados em cada núcleo.
• O Módulo de SSR e HIV introduzido em cada curso.
• Produzida anualmente uma agenda e 7000 brochuras.
• Realizadas actividades de entretenimento em todas as faculdades no dia do estudante e no dia 1 de Dezembro.
• Oferecido aconselhamento e testagem voluntária em todas as faculdades e aumentado o número dos utentes em 25% em relação ao Junho 2010.
• Realizados semanalmente debates abertos denominados “Chás de Aconselhamento”.
• 90% dos estudantes com conhecimento das políticas de HIV/SIDA e de Assédio Sexual da UCM.
• Todos os casos de assédio sexual a serem seguidos.
• Realizadas anualmente campanhas de advocacia sobre os direitos à saúde, ao respeito entre parceiros, à não discriminação.