No dia 18 de Agosto de 2021, a Universidade Católica de Moçambique (UCM), recebeu a visita do Conselho Nacional de Qualidade do Ensino superior (CNAQ). A mesma visita teve lugar na Faculdade de Ciências de Saúde, onde contou com a presença do Prof. Doutor Armindo Tambo Vice-Reitor para Área de Administração e Finanças, em representação do Magnífico Reitor da UCM e com a Presidente do CNAQ, a Profᵃ. Doutora Maria Luísa Lopes Chicote Agibo. Estiveram também presentes o Prof. Doutor Nelson Amade e a Profª Doutoura Kajal Chhaganlal, ambos membros do Conselho Académico, o Professor Auxiliar Ramires Mlucasse, Director da Faculdade de Ciências de Saúde, e demais Administradores, Coordenadores de cursos e Mestres.

A actividade iniciou com um encontro de cortesia, de seguida procedeu-se à apresentação da Equipa, onde foi feita uma breve contextualização da UCM, enaltecendo a distribuição geográfica das Faculdades/Extensões. O encontro tinha como objetivo a sensibilização das Instituições de Ensino Superior (IES) das Províncias de Sofala e Manica, para participarem no processo de avaliação externa online de cursos e programas.

Seguidamente, procedeu-se à visita para aferição das condições de funcionamento das Faculdades/Extensões da UCM, onde a equipa da UCM, liderada pelo Excelentíssimo Senhor Vice-Reitor para a Administração e Finanças, Professor Doutor Armindo Tambo, e a título de amostra, apresentou as instalações da Faculdade de Ciências de Saúde (FCS).

 A Exma. Presidente do CNAQ, teceu as seguintes considerações:

  • Necessidade de rever o Pacote Legislativo do Ensino Superior, sendo pertinente refletir profundamente sobre o Decreto 46/2018, de modo a adequá-lo à realidade das IES moçambicanas;
  • Instalação na Beira, e numa das IES públicas, do Centro de Referência de Certificação da Qualidade, para a promoção de projectos de investigação/qualidade;
  • O CNAQ pretende introduzir e atribuir o Selo de Qualidade às IES que tiverem a acreditação institucional, como forma de promover/premiar o esforço organizacional;
  • No quadro da promoção da qualidade, no modelo híbrido, incentiva-se a promoção de acções pedagógicas concretas, nomeadamente:
  • Introdução de plataformas para a gestão dos graduados (por exemplo, ALUMNI UCM);
  • Promoção de Políticas de Género;
  • Revisão curricular.
Texto e Imagems: Paula Francisco Mugirima – Relações Publicas

Galeria

Noticias Relacionadas

English EN Italian IT Portuguese PT