O Instituto de Amêndoas de Moçambique procedeu ao lançamento da Campanha de Pulverização de Cajueiros, a nível nacional, no passado dia 02 de Julho de 2021, cujas cerimónias centrais tiveram lugar no Distrito de Chiúre, Província de Cabo Delgado.

Na Província do Niassa, sob orientação da S. Excia. Judite Massengele, Governadora da Província, a réplica do evento decorreu na mesma data, no distrito de Cuamba, Posto Administrativo de Mepica, Povoado de Nincare, e contou com a participação da Faculdade de Ciências Agronómicas (FCA) da Universidade Católica de Moçambique (UCM), através dos seus estudantes do 4º ano do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias.

Durante o evoluir das actividades do evento, e sob olhar atento da Governadora e sua comitiva, os estudantes da FCA da UCM fizeram demonstrações práticas relacionadas a propagação vegetativa da planta do cajueiro realizando enxertia de mudas da referida planta. Mais adiante, para simbolizar a campanha, os estudantes demonstraram como deve ser feita a pulverização dos cajueiros desde o manuseio dos produtos químicos (pesticidas) até à sua aplicação através duma simulação, usando água.

Para as demonstrações, participaram os seguintes estudantes: Eugénia Abú Fonseca, Tina Adriano, Henriques Ouchim, Byanca Agostinho Paulino e Fernando Virgílio Romão Quembo.

A Governadora do Niassa, no seu discurso sobre o lançamento da campanha de pulverização de Cajueiros contra pragas e doenças, edição de 2021, afirmou que a produção do cajueiro no Niassa está em franco crescimento e sendo uma cultura de rendimento, a sua massificação, usando todas técnicas para maior produção e produtividade, ajudará na melhoria das condições de vida das famílias. Terminou solicitando contribuições de todos intervenientes do sector, incluindo Instituições de Ensino Superior, para lograr-se maior produção e produtividade do cajueiro no Niassa.

Texto e Imagems: Belito Oliveira Relações Publicas

Galeria

Noticias Relacionadas

English EN Italian IT Portuguese PT