Decorreu no passado dia 23 de Novembro, do ano em curso, na Faculdade de Ciências Agronómicas, da Universidade Católica de Moçambique (UCM), o lançamento da V Campanha de advocacia com o lema: Homens e Mulheres Promovendo a Saúde Sexual e Reprodutiva, com o propósito de sensibilizar a comunidade a aderir aos serviços de saúde.

O lançamento da campanha a nível da Faculdade foi de forma presencial na sala Magna e virtual a partir da plataforma “ZOOM”. O uso desta ferramenta permitiu a abrangência de várias individualidades que não puderam estar presentes por respeito às regras estabelecidas para a prevenção do Covid-19, uma vez que a sala que acolheu o evento tem a capacidade de 80 espectadores.

A abertura iniciou com a bênção, proferida pelo Pe. James Mwingani, Pároco da Paróquia de São Miguel, a directora da FCA, Engª Cornélia de Natividade Gafah, deu notas de boas vindas a todos os presentes.

De seguida, o Dr. Joaquim Patrício Laisse, responsável pelo Conselho Distrital de Combate ao HIV/SIDA, disse na sua intervenção que não podemos olhar a mulher como a responsável pelos vários actos, pela sua fraca capacidade de negociação do sexo seguro. Ainda fez saber que a taxa de seropositividade em Cuamba subiu para 10% contra 7,9%, portanto esta subida deve-nos trazer uma certa reflexão. “Agradeço a UCM pela iniciativa, e esta campanha é um dos elementos que contribui positivamente para o cumprimento e implementação exaustiva do Plano Estratégico Nacional e no final esperamos bons resultados” terminou o Dr. Laisse.

Aliando-se ao lema da Campanha, o Dr. Isidro Sacurri, em representação do Presidente Autárquico de Cuamba, na sua intervenção aludiu que a UCM é mais que uma Universidade, porque tem levado a cabo acções sociais que são de agrado de todos moçambicanos e até o mundo em geral, pois nenhuma Universidade em Moçambique tem-se empenhado nesta área. Ao terminar, pediu que esta campanha fosse replicada nas comunidades próximas da cidade, para corrigir o comportamento da nossa sociedade que prevalece com a ideia de que a mulher é simplesmente um objecto ou fonte de riqueza.

O Secretario Permanente do Distrito de Cuamba, Dr. Abudo Misser Amade, em representação do Administrador de Cuamba, disse esperar no decurso desta campanha, o desenvolvimento das actividades positivas que conduzam ao acesso de todos. No epílogo na sua intervenção, agradeceu a iniciativa da UCM, dizendo “bem-haja UCM – Faculdade de Ciências Agronómicas”.

No momento cultural, o núcleo Makhalelo Othene da faculdade, apresentou várias actividades nomeadamente: uma poesia em forma de canto, dança tradicional, poesia e teatro.

Terminando o Dr. Nito Impissa, coordenador do núcleo Makhalelo Othene, aludiu que as actividades da campanha irão continuar para melhor impulsionar a comunidade académica a aderir aos serviços de saúde. Acrescentando disse “A nossa ideia era de promovermos esta campanha, nas escolas secundárias existentes na urbe, e garantir que a nossa sociedade tivesse o conhecimento sobre a Saúde Sexual e Reprodutiva”. Mas estamos sem alternativas por motivos do novo normal que vivemos.

A parte final da cerimónia da campanha, a Directora da Faculdade, agradeceu a presença de todos, de forma especial ao reverendo Padre que sempre tem se disponibilizado nas actividades da UCM –FCA em especial, e de seguida declarou aberta a campanha de advocacia na FCA. O evento terminou com uma bênção final que culminou com a sessão de fotos.

Texto: Belito Oliveira – Relações Públicas

Imagens: Nilzo Namarueia

Noticias Relacionadas

English EN Italian IT Portuguese PT